Enriquecimento ambiental: o que é? de onde vem? do que se alimenta?

Atualizado: 18 de mar. de 2021

Essa expressão tem aparecido por aí em diversas plataformas. Escreveu não leu aparece um post no seu feed sobre o assunto, mas afinal: o que é enriquecimento ambiental e qual a diferença de promover ele na vida do seu cachorro?


Enriquecimento ambiental nada mais é do proporcionar um ambiente de estímulos para os animais, para que eles possam demonstrar o comportamento natural da sua espécie, permitindo que eles controlem o ambiente ou pelo menos tenham escolhas nele, aumentando assim seu bem-estar.

Nossos fofinhos (leia-se: nossos cachorros) têm sim comportamentos naturais da espécie, mesmo vivendo em casa, apartamento e sendo animais completamente domesticados. Farejar, explorar, cavar, roer e buscar, são exemplos de comportamentos naturais que precisam ser permitidos e incentivados a fim de promover uma vida mais saudável a eles.

Você já passou por alguma situação onde um móvel foi destruído, uma almofada explodiu, o vaso da sua planta preferida ficou sem terra ou seu cachorro se machucou de tanto se lamber ou morder o próprio rabo? Se sua resposta foi sim, saiba que esse tipo de comportamento não tem absolutamente nada a ver com malcriação ou tentativa de chamar atenção. Acidentes desse tipo acontecem quando o cão está ansioso, entediado e privado de expressar seu comportamento natural, ou seja, não existe nada no ambiente que estimule ele e supra suas necessidades básicas de cachorro.

E como promover enriquecimento ambiental?

Primeiro vamos entender os tipo de enriquecimento ambiental que existem:

  • NUTRICIONAL ou ALIMENTAR: na natureza, os animais precisam procurar seu próprio alimento, porém na nossa realidade nós somos os responsáveis por essa tarefa. Para tornar essa atividade mais dinâmica e interessante, você pode variar a alimentação do seu cachorro (sempre seguindo as orientações do seu veterinário de confiança) oferecendo frutas, por exemplo. A forma como você oferece o alimento também pode variar e enriquecer o ambiente: congelar pedaços de frutas, oferecer ração ou comida dentro de um kong, esconder petiscos pela casa. Variações de rotina como mudar o horário desse tipo de brincadeira, ou a frequência que você fará, também são formas de enriquecimento ambiental.

  • FÍSICO: esse tipo de estímulo já é um pouco mais difícil de ser feito em casa, caso seu espaço seja mais limitado. Estímulos físicos vão desde diferentes superfícies para eles tocarem as patinhas, estruturas para eles escalarem e se balançarem no caso dos gatinhos, até obstáculos como os circuitos de agility.

  • COGNITIVO: esse é o famoso "quebra-cabeças". A ideia desse estímulo é fazer o cachorro resolver desafios. Você pode comprar quebra-cabeças prontos ou montar joguinhos em casa, como colocar petiscos dentro de uma garrafa pet cheia de furinhos para ele ir rolando e liberando os petiscos aos poucos. Enriquecimento ambiental cognitivo é uma excelente opção para os pets que ficam períodos sozinhos, pois são uma maneira divertida de eles passarem o tempo. Só não vale dificultar a ponto de deixar ele estressado, ok? Vai aos pouquinhos e aumente o grau de dificuldade dos desafios conforme eles forem ficando mais espertos.

  • SOCIAL: permita que seu cachorro conviva com outros cachorros, outros animais e com outros humanos. Cachorros são seres extremamente sociais e quanto antes você incentivar esse comportamento, mais rápido eles ficarão à vontade com a sua rotina.


  • SENSORIAL: incentive seu cãozinho a conhecer diferentes texturas, cheiros e temperaturas. Nossos cachorros descobrem o mundo através do cheiro e do tato, estimule esses sentidos! O enriquecimento ambiental sensorial pode vir acompanhado do alimentar, do cognitivo e do físico.

Em casa, no daycare, nos passeios, seja onde for: promova enriquecimento ambiental e permita que seu fofinho seja um cachorro de verdade. É bom para ele, para você e para todo mundo que tem contato com seu pet. Afinal, tem coisa mais gostosa que cachorro feliz da vida?


#dicadahermi

8 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo